Review: The Flash 4×18 – “Lose Yourself”

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio “Lose Yourself”, exibido no dia 17/04/2018.

the flash 4x18

E chegamos ao último meta do ônibus. Com Devoe tendo capturado todos os metahumans, menos o Ralph e um que ainda está a solta, Team Flash está focado em conseguir salvar pelo menos uma (1) pessoa. E eles conseguem encontrá-lo por pura sorte. O meta em questão consegue fazer pocket universes e ficar abrindo fendas no universo, que nem o próprio Devoe faz com seu laboratório.

Achá-lo não é tão complicado, mas a existência de um samurai robô que também estava atrás dele deveria ser alguma indicação para a equipe que Devoe tinha algum plano. Mas Team Flash não questiona a sorte e leva o cara para o STAR Labs, colocando-o em segurança. Isto é, até Ralph descobrir que o cara pode acessar o universo específico do Devoe, então eles podem muito bem atacar Devoe no seu laboratório e acabar com isso.

Um plano bom até, mas que sabíamos que ia dar errado porque afinal ainda estamos no episódio 18, nada será resolvido a essa altura da temporada. Barry precisa aprender a guardar seus planos até maio, quando tem mais chance de dar certo. Devoe, mais uma vez, está um passo a frente de todos e já sabia que Barry iria usar esse meta para tentar invadir seu laboratório. Ele deixa que Barry faça exatamente isso, ao mesmo tempo que ele e Marlize invadem o STAR Labs despercebidos, já que a abertura da fenda iria encobrir a outra senda aberta e Devoe poderia aparecer de surpresa. Bônus para ele que metade do Team Flash estava fora, deixando apenas Ralph, o meta indefeso, Iris e Joe para lutar com Devoe.

E eles conseguem até segurar a barra bem, com Iris e Marlize lutando uma contra a outra, o que teria sido mais satisfatório se Marlize não estivesse sendo drogada no momento (#freemarlize), e Iris conseguindo surpreender ao se machucar para poder incapacitar Marlize. Quem sobra para lutar Devoe é Ralph, que esteve o episódio inteiro esperando por esse momento, mas a prática é outra coisa.

barry ralph 4x18

Grande parte do episódio é uma discussão entre Ralph e Barry sobre matar ou não matar. Ralph acha que, se o plano deles não der certo, eles deviam simplesmente tentar matar Devoe, já Barry é muito contra isso, já que heróis não matam e sempre existe outra opção. Talvez eu tenha assistido Arrow demais, mas eu só estava pensando “mata logo e deixa de frescura”. Olha, não sou a favor de matar ninguém na vida real, Barry, mas é hora de perceber que você está em uma série e matar vilões é okay nesse universo. Não que eu ache que matar devesse ser a primeira opção, mas Devoe literalmente já matou umas dez pessoas a sangue frio, não se arrepende, pretende matar mais e ir até as autoridades não adianta. Ele não consegue prendê-lo de outra forma, então bora matar antes que outras pessoas morram.

O argumento de Ralph é exatamente esse, e não porque ele é um dos primeiros na lista de Devoe para matar, Ralph finalmente tem amigos e ele não quer arriscar que Devoe mate qualquer um deles. Ele prefere matar alguém e ter que viver com o peso dessa ação a ver Devoe matar pessoas que ele ama. Fofo, até Barry fica comovido, apesar de insistir que não vai deixar ninguém morrer e não vai precisar matar para isso.

A questão é… Barry está bem errado. Não acho que o Barry vai resolver matar alguém, mas espero que ele deixe Devoe morrer (eu particularmente acho que a Marlize deveria ter a honra de matá-lo). Mas Barry consegue que seu discurso entre na cabeça de Ralph, tanto que quando Ralph e Devoe estão lutando, Ralph tem a oportunidade de matá-lo, está bem ali, quase ganhando, e resolve que não vai fazer isso, prendendo Devoe. Estaria tudo bem se Ralph fosse mais esperto e não esquecesse de prendê-lo em segurança, mas não, Devoe consegue se livrar das algemas e o resultado não é bonito.

Não só Devoe mata o outro metahuman, mas consegue chegar até Ralph e roubar seu corpo. É isso, Ralph morreu. Logo quando eu estava começando a gostar dele. Nunca achei que Ralph fosse uma adição à série que poderia durar mais de uma temporada, então não fico surpresa de ele ter morrido, mas me surpreendi ao perceber que fiquei um pouco triste. Por mais irritante que fosse, Ralph não merecia isso.

Não satisfeito, Devoe também toca na Caitlin e retira seus poderes. Ou seja, Killer Frost não vai mais existir. Depois de tanto tempo da Caitlin tentando resolver essa questão, isso foi bastante anticlimático. Espero que a Killer Frost volte, porque elas finalmente estavam chegando a um lugar, com Caitlin descobrindo porque a adrenalina ativava a Killer Frost.

Além de tudo isso, também vemos Harry com seu capacete mágico tendo problemas de controle. Joe é a única pessoa que percebe o que está acontecendo, Cisco faz alguns comentários sobre como Harry está obcecado com isso e Joe resolve observar por si mesmo, chegando a uma conclusão: Harry está viciado. Eu mesma nem tinha percebido isso, achei que fosse mais uma obsessão por derrotar Devoe, mas depois que Joe falou, fez todo sentido.

Harry está usando o capacete para tudo, não consegue ficar longe dele por muito tempo e está querendo que cada vez ele seja mais rápido, precisando de “uma dose maior”. É claramente um vício e Joe conversa com Harry sobre isso, falando sobre como tem que ser uma decisão dele parar, mas que ele claramente tinha um problema. Harry parece pensar no assunto, principalmente depois de ter se descontrolado e atacado Cisco por causa disso.

Mas no fim não adianta, assim que Devoe aparece, Harry não consegue se controlar e vai até sua cabine do futuro, onde resolve aumentar a potência e acaba sofrendo uma overdose. Não acho que vai ter alguma consequência duradora para isso, mas acredito que tenha providenciado para Devoe o que ele queria. O que é exatamente que ele conseguiu, não faço a mínima ideia, mas veremos.

O Melhor:

+ Vício do Harry

+ Realmente fiquei chateada com a morte do Ralph e Killer Frost, o que era o objetivo

O Pior:

– Insistência de Barry em não matar

– “Morte” da Killer Frost foi anticlimática

Nota: 7,5

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *