Review: Supergirl 3×22 – “Make It Reign”

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers de “Make It Reign”, exibido no dia 11/06/2018.

supergirl 3x22

Falta apenas um episódio para a temporada acabar e Supergirl conseguiu complicar as coisas de vez. Agora que Selena e sua trupe estão na Terra, Kara está presa em Argo City ansiosa para voltar. O DEO, no entanto, fica sem saber de nada por um tempo.

Kara, Alura, Thara e Mon-El tentam descobrir o que Selena poderia estar planejando. Por isso, vão até sua casa e vasculham até perceberem que ela devia estar trabalhando no antigo teletransporte do pai de Kara.

Antes de conseguirem chegar nele, se deparam com um holograma de Selena, em que ela finalmente conta porquê deu a rocha que possibilitou Kara de separar Sam e Reign. Não sei se era uma transmissão ao vivo ou aquele programa inteligente que já vimos antes, mas a conversa com certeza ajuda.

Se antes estava meio confusa com as ações de Selena, agora tudo mais claro. Ela sempre quis separar Sam e Reign alguma hora para Reign se fortalecer de vez. A Worldkiller seria usada para causar desastres “naturais” no planeta, destruindo-o com o intuito de que Selena fosse a pessoa que iria reconstrui-lo à imagem do Krypton que desejava.

Fica bem claro que ela discordava das decisões que a família Zor-El tomava ao liderar os kryptonianos e tinha outros planos para Krypton.

Apesar do ataque surpresa que Selena deixou em sua casa com uma bomba, Kara, Mon-El e Alura se salvam e começam a trabalhar em como vão fazer o portal funcionar. Por sorte, o holograma de Alura no DEO se mostra a forma perfeita de falar com Winn e Alex – quem diria que essa tecnologia serviria para tanta coisa.

Winn não parece acreditar muito no holograma, o que nos leva a uma cena divertida, mas logo criam um plano. Enquanto Winn conserta o portal de um lado, Mon-El prepara, de outro. Eles até tem um momento meio íntimo, em que Mon-El se abre um pouco – preciso ver mais a amizade desses dois!

supergirl 3x22

Até esse momento, Alex não sabia do perigo que estavam correndo, então estava focando em outros problemas. Apesar de ter parecido bem com a separação de Reign, Sam começa a piorar fisicamente. Se sente fraca e indisposta, sem muito porquê.

Depois de vários testes, tentar usar a luz do sol amarelo para energizá-la, Lena percebe que Sam está ficando fraca por causa do retorno eminente de Reign – afinal, como Selena bem fala, a vilã apenas adormeceu, mas ainda está viva.

Tudo, no entanto, é interrompido por Selena e suas duas acompanhantes. O trio começa a aterrorizar o DEO à procura do sangue de Pestilence e Purity – os ingredientes que faltavam para reerguerem Reign.

Alex luta maravilhosamente usando seu novo traje, com armas de eletricidade e balas de kryptanita. Assim, ela consegue proteger Sam e Ruby, além de conseguir que um dos agentes fugisse com as amostras de sangue.

Winn não consegue continuar a trabalhar no portal, então Kara tem a ideia genial de usar o holograma da mãe para enganar uma das vilãs e fazê-la apertar o botão necessário. Eles conseguem chegar na Terra bem a tempo de encontrarem uma encruzilhada.

O agente Demos está com as amostras, mas encurralado pelas vilãs. Usando o escudo invisível que Winn inventou, ele consegue distrair Selena e as outras, enquanto joga as amostras para Kara. Olha, encontrei vários erros nessa cena, em especial o fato de que, depois de já estar com as amostras nas mãos, Kara decide jogar teatricalmente os tubos e destruí-los bem nas mãos de Selena.

Tudo bem, Kara não tinha como saber que Selena ia pegar o sangue que derramou em suas mãos e criar Reign mesmo assim, mas Demos podia ter simplesmente pisado nas amostras quando estava encurralado. Ou então, Kara podia ter destruído as amostras quando foram jogadas para ela.

Maas, nada deu tão certo assim. O pior de tudo (além de Reign ressuscitar, óbvio) é que Demos acaba não aguentando o ataque do trio de vilãs e morre. Olha, nem conhecíamos ele direito, mas senti essa morte.

Ele estava sempre aparecendo no fundo dos episódios, com algumas falas… Achei até que ele poderia ganhar mais destaque, mas a ideia dos escritores era outra: que conhecêssemos o agente um pouco mais a ponto de sentirmos essa perda, snif.

Winn, claro, fica bem abalado. Ele achou que seu escudo poderia proteger o agente, mas não era forte o suficiente para aguentar o ataque das três vilãs ao mesmo tempo. Eu não achei que falariam mais sobre isso, mas senti que a situação pode ter sido um ponto importante para Winn não apoiar mais tanto as armas não-letais do DEO. Não sei se gostei disso não. Foquem no emocional do Winn ao invés disso!

Por outro lado, conseguimos alguns progressos. Com a descoberta de Lena sobre a fonte da fraqueza de Sam e o fato de Kara e Alura perceberem que os poderes de Reign podem ter vindo do Dark Valley (Vale Negro), Sam decide voltar para esse mundo paralelo e se fortalecer do mesmo jeito. Se ela estiver mais forte, Reign fica mais fraca.

No entanto, do lado de fora, o caos se instala.

supergirl 3x22

Até quem estava completamente fora da confusão, aparece. J’onn estava no ritual com M’yrnn para o pai passar todas suas memórias e conhecimentos para ele, mas os terremotos o fazem sair dessa transe por algo maior.

Fui surpreendida quando, no começo do episódio, M’yrnn já estava se despedindo de Alex. Eu imaginava que essa transferência de memórias fosse só uma precaução, mas fica claro que, depois que o processo estiver completo, M’yrnn vai morrer.  Ou, ele diz, vai viver para sempre em J’onn.

As cenas entre os dois são sempre muito emotivas e não teve como não lagrimejar toda vez que M’yrn falava o quanto estava feliz em ter conhecido a Terra como casa do filho. Ele conseguiu ver o quanto J’onn e amado por Alex e Kara, e ele sabe que, quando for, tudo ficará bem. Ele sabe que vai continuar vivendo através de suas memórias transmitidas – o que, no final das contas, é como todos vivem mesmo depois de morrer, não é mesmo?

Foi muito bonito e triste ver pai e filho tentando lidar com esse adeus eterno.

A notícia boa, só que nem tanto, é que eles foram interrompidos e teremos M’yrnn por mais um episódio. A notícia ruim é que, no meio do caos, quando chegam no DEO, M’yrnn decide que deve usar seus poderes para desacelerar a destruição da Terra – o que significa que o tempo que ganhamos com ele não é tão grande assim.

M’yrnn vai se esgotar completamente tentando salvar a Terra e, sem concluírem o processo, acho que J’onn não terá todo o “backup” que gostariam. Esses escritores não param de esmagar nossos corações com esse enredo.

Ficamos assim, jogados ao vento. Sem saber se M’ynn vai mesmo ou como J’onn vai aceitar isso. Sem saber se Sam vai ter a chance de vencer Reign sozinha, ou saber como Kara vai lutar contra isso tudo. Bem-vindos ao caos que encontraremos na semana que vem.

O melhor

– M’yrnn e J’onn sempre cortam meu coração.

– Alura tenta conversar com Kara sobre os namoradinhos.

– Sam em uma jornada pessoal contra Reign!

– Coville morto por Selena, YAS!

O pior

– A cena com as amostras de sangue podia ter sido melhor.

– Receios sobre como vão lidar com a perda de Winn.

Nota 8,5

Uma resposta para “Review: Supergirl 3×22 – “Make It Reign””

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *