Review: Legends of Tomorrow 4×15 – “Terms of Service”

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers de “Terms of Service”, exibido no dia 13/05/2019.

Acredite, clicar que leu os termos de serviço sem ler nunca será o mesmo depois desse episódio. Nossos Legends of Tomorrow estão em apuros e, apesar de algumas vitórias, só se enterraram ainda mais.

NeRay (novo apelido do Neron, rs) continua sob comando do Time Bureau e Sara e o time decidem recuperar a sede. Parecia que já ter passado alguns dias desde o 4×14, pelo menos por causa do tempo de fazer um comercial, mas parece que nem tanto, já que Nora, que tinha ficado para salvar Mona, ainda está escondida no Time Bureau.

No momento em que ela encontra Mona sendo torturada e decide ajudar, e Sara e Ava estão prontas para atacar Neron, Gary faz as três desaparecerem com um pedido. Parece que a Fada Madrinha (Fairy Godmother) agora é fada madrinha dele, o que significa que ela tenta fazê-lo pedir o mal dos Legends sempre sem muito sucesso.

Gary parece bem inocente sem perceber as verdadeiras intenções da Fada, mas a verdade é que ele é mais esperto do que parece – quem diria. Não só isso como, mesmo ainda se sentindo meio abandonado pelos Legends, ele não quer vê-los machucados.

Isso impede ele de ignorar o fato de Mona (a menina com quem ele estava apaixonado em algum momento) estar sendo torturada? Não, mas não vamos tentar entender o quanto ele ama aquele mamilo. Ele continua sem entender que Mona estava ajudando-o tirando o tal mamilo demoníaco, mas enfim.

Pelo menos, ele tenta salvar os outros Legends, fato que só descobrimos depois. Apesar de forçar Sara e Ava a ler livros e rir de suas piadas, Nate e Rory a ir em missões, o desejo de Gary é muito simples: fazer parte do time.

Foi interessante ver como Gary não é tão “idiota” como todos pensam e, por mais que ainda seja meio “bobinho”, ele é fora dos padrões como qualquer Legend. Demora, e Gary eventualmente para de resistir a Fada e pune os Legends (no estilo Gary de ser), mas Sara e os outros percebem que poderiam ter, sim, sido mais gentis com ele.

Tudo bom, tudo ótimo, mas a verdadeira ação está em outro lugar. Como podem perceber, apesar da maioria do time estar com Gary, Zari e Charlie escapam das loucuras dele e ficam responsáveis por lutar contra Neron.

As chances não estão a favor delas, mas ainda assim precisam decidir o que fazer. É então que, depois do desastre de evento que resulta em Mona machucada e Neray fazendo todos baixarem um app, Zari decide se refugir em sua antiga casa no presente. (Nossa, ela parecia de um futuro tão mais distante para mim).

A dupla acaba descobrindo que o tal app não era tão inocente assim e fazia as pessoas renunciarem suas almas ao Neron. Vem a dúvida: Neron ia esperar todas essas pessoas morrerem para coletar suas almas ou ia esperar?

O problema com certeza só aumenta, mas Zari e Charlie decidem que a primeira coisa a fazerem é esconderem todos os monstros do Time Bureau, porque, por incrível que pareça, Zari tem a mesma ideia de Neray de que um ataque aumentaria os downloads. Mentes tecnológicas pensam igual, talvez?

Só espero que Zari também ataque de outra frente o problema, afinal, como livrar a cara das 2 mil pessoas que já baixaram o app? Porque elas meio que já deram a alma delas né? Vírus nos downloads talvez? Isso com certeza resolveria alguma coisa. Cadê seu antigo eu hacker, Zari?

Charlie está meio apreensiva com o plano, porque, querendo ou não, ela é uma criatura mágica e está sendo perseguida tanto quanto o resto. O único porém é que ela de fato tem que fazer tudo do plano, transformando-se de agente em agente até chegar nos monstros e “libertá-los”.

Elas conseguem levá-los para o Waverider, mas quando Charlie vai libertar Mona, é ela quem acaba presa. O que, obviamente, não é uma boa alternativa porque Charlie pode se transformar no que eles quiserem que ela seja. Não vai ser fácil, mas é uma oportunidade que odiamos dar.

Neron e Tabitha estão felizes com isso, ainda mais agora que a Fada não é mais Fada. Nora é a nova Fada Madrinha e conseguiu o título da maneira mais nobre possível, pena que é também uma maldição.

Separada de Sara e Ava, a agora-ex-Fada leva Nora até Neray para ver a apresentação do app de perto. Apesar de ser uma pessoa péssima, Tabitha parece ser meio legal com Nora e, quando Mona está muito fraca de suas feridas, Nora não vê outra alternativa e decide curá-la se tornando a Fada.

A enganação vem a seguir: Nora não pode atender ao pedido de Mona e agora está presa ao Gary sem poder fazer nada. Aí, eu pergunto: como existe essa regra se a Fada já tinha usado sua mágica para fazer o que Neray pediu E o que Nora pediu?? Não faz muito sentido.

Ela diz que não pode usar sua mágica por si mesma, mas fez isso mais de uma vez e nenhuma delas foram ordens diretas de seu “afilhado mágico”. O pior de tudo? Gary tem a oportunidade de salvar Ray, John e todo mundo com um simples pedido, mas acaba pedindo para Nora ir atrás de John no inferno e ajudar ele.

Podia ter sido muito mais fácil, mas tudo bem. Agora pelo menos temos uma chance de Nora salvar Ray. E John, porque ele também se meteu em enrascadas. Ao fazer um acordo com Satan e seus colegas, Constantine se depara com uma pessoa de seu passado: uma garota chamada Astra.

Não sabemos quem ela seja (fãs de Constantine, se pronunciem), apesar de ter sido mencionada no 3×15, mas talvez tenha aparecido na série antiga dele. A questão é que é uma criança e isso basicamente decide a questão. Se for para escolher entre salvar ela ou o Ray, “foi mal, Ray”.

Não foi te enganar, foi meio irritante estar tão perto e John escolher outra pessoa, mas totalmente compreensível. Vamos ser honestos, até parece que ia dar certo de qualquer forma. John não só não escolhe Ray como acaba sendo torturado por Astra, que na verdade já é adulta e do mal, pelo que parece. Só espero que Nora chegue logo.

O melhor

  • Mona dando apelidos, lol. NeRay e Fairy GodNora.
  • Nora se sacrificando por Mona, lindo e triste e divertido e triste de novo.
  • Adorei a brincadeira literal com o “pacto com o diabo”.
  • A gangue percebendo que Gary merece ser tratado melhor, apesar das burradas.

O pior

  • Algumas inconsistências com essa conexão da Zari, lógicas do Gary e essa maldição da Fada Madrinha.
  • Gary, não ignore torturas, por favor. E faça pedidos melhores.
  • Argh, John, sério que você quis fazer um pacto com o diabo?

Nota 7,7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *