Review: Arrow 7×21 – “Living Proof”

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio “Living Proof”, exibido no dia 06/05/2019.

arrow living proof

Emiko derrubou um prédio inteiro em cima do Team Arrow, mas não se preocupem porque foi uma explosão bem furreca e ninguém nem se machucou de verdade, nem um osso quebrado. Logo que tudo começa, Roy, Digg e Dinah se encontram, todos só ficando levemente machucados e ajudam Rene a sair debaixo de um monte de concreto que caiu em cima dele. Escritores de Arrow pelo o que parece nunca viram uma série médica e não perceberam que você NÃO deve tirar alguém que está soterrado sem ajuda médica. Sério, gente, não façam isso, se a pessoa estiver machucada, pode começar a sangrar quando tirar a pressão de cima e morrer na hora. Esperem uma ambulância! Sim, você veio ler uma resenha de Arrow e ao invés disso está recebendo dicas médicas de alguém nem um pouco qualificado para isso.

Mas tá esse pessoal todo se junta, mas quem importa mesmo é o Oliver, cadê ele? Oliver está em uma parte diferente de todos os outros, embaixo de um monte de parede também e, para completar, ele está tendo uma alucinação. Quando Oliver se machuca, Tommy aparece para ele, mas, é claro, o Tommy verdadeiro está morto e esse não é um fantasma dele de verdade, só uma percepção que o Oliver tem do Tommy. Achei muito justo, principalmente considerando que realmente a cena do desabamento foi bem parecida com a morte do Tommy e faz sentido que tenha lembrado o Oliver disso.

A alucinação do Tommy serve como ferramenta para explorarmos onde a mente do Oliver está, com ele debatendo sobre o que fazer sobre a Emiko. Um lado do Oliver, representado por ele mesmo, está decidido a matar a Emiko, ela tentou matar todos eles agora e apresenta um perigo real, mas por outro lado, representado por Tommy, que sempre foi uma “consciência” do Oliver, a Emiko é irmã dele e ele não deveria matá-la. O argumento mais forte é a questão do ciclo de violência, que teve bastante força no início da temporada. Tommy diz que se ele matar Emiko ele não vai estar agindo de maneira diferente de seu pai, que a abandonou, ele só vai estar continuando esse ciclo de ódio, que no fim levou todos eles até ali.

Uma grande parte do episódio é usada dessa forma, o que é um pouco estranho de acontecer na véspera do season finale, quando em geral estamos focados em ação. Eu acredito que os escritores estejam “enrolando” um pouco nessa temporada porque planejam que o enredo continue para a temporada que vem, já que claramente era para essa ser a última e eles esticaram para chegar no crossover. Não adoro que estejam deixando tudo para o último minuto, MAS tenho um ponto fraco para conversas que exploram o interior dos personagens, então achei ótimo ver uma manifestação de uma conversa interna do Oliver.

No fim, Oliver se vê matando a Emiko e vê seus amigos todos mortos, mostrando que, no final, morte só leva a mais morte. Achei interessante apesar de ter levado um susto quando vi todo mundo morrendo antes de revelarem que era alucinação. Oliver resolve que ele precisa não matar a Emiko e acolhê-la, quebrando o padrão, o que é uma boa escolha para o personagem, mas não tenho muita certeza como vão fazer isso. Oliver tinha razão quando disse que Emiko é responsável por suas próprias ações e eu acho que o correto seria prendê-la, mas vai ser difícil de isso acontecer.

arrow 7x21

Mas de volta ao resto do Team Arrow, eles estão todos procurando o Oliver depois de se encontrar. Dinah e Rene estão bem irritados com o Roy, porque ficaram sabendo já que a Emiko tem o vídeo, então basicamente agora eles são criminosos e Dinah corre o risco de perder o emprego. Vendo agora já as repercussões do que Roy fez, achei meio desnecessário termos perdido tanto tempo episódio passado com as versões falsas, se isso já ia ser desmentido agora. Mas foi bom para vermos o que todo mundo fez pelo Roy, o que o faz se sentir muito culpado.

Depois de uma certa dificuldade e precisar fugir de policiais que queriam prendê-la, Felicity consegue se comunicar com o resto da equipe, ajudando-os a achar o Oliver e sair dali. Achei todo mundo muito pouco preocupado com o Oliver, principalmente a Felicity, mas acho que a série não quer focar nisso, já que já sabemos que ele vai ficar bem. Mas antes de achá-los, eles precisam ir desligar um gerador, antes que aconteça uma explosão ou algo assim.

Isso tudo gera uma situação em que eles precisariam passar perto de um elemento tóxico – que eu não entendi como se contagia porque eles falam que não é pelo ar, mas depois tem uma fumaça, algo confuso – e isso pode envenená-los. Mas se fizerem outro caminho, vai demorar muito tempo e não só coloca todos eles em perigo, mas também o Oliver, que até agora não encontraram. Depois de tanto ouvir sobre como os outros se arriscaram por ele, Roy resolve se arriscar e quase se envenena para conseguir desligar a luz, mas consegue. Ele também diz que vai se entregar para a polícia, mas, sério, nem adianta mais, Roy, todos os outros já cometeram crimes agora. Pelo menos isso serve para Dinah – e talvez Rene – confiarem um pouco mais nele e pedirem desculpas por o culparem.

Enquanto isso acontece, Felicity e Alena enfrentam Emiko sozinhas. Primeiro, fogem da polícia, só para Emiko ir atrás da Felicity quando ela está sozinha. Quando Emiko a ameaça, Felicity usa sua gravidez para apelar para Emiko, dizendo que o bebê não fez nada para ela. Só é interessante que eu achava que eles tinham mantido a gravidez em segredo para a Emiko não descobrir, mas agora a Emiko sabe, mas Roy, Dinah e Rene não, o que torna a decisão deles ainda mais estranha.

Essa história abre duas frentes, a primeira é que Emiko estava ali para roubar flechas, as quais ela usa para sair atirando em policiais vestida de Green Arrow, ou seja, faz parecer que foi o Oliver, motivo que leva a população a odiá-lo. A outra é que depois de estar em perigo mais uma vez, Felicity conversa com Alena sobre como ela não consegue manter sua família segura e é Alena que sugere que ela se mude, se oferecendo para ser o rosto da Smoak Tech, enquanto Felicity ficaria em segurança com Mia.

arrow 7x21 future

E voltamos um pouco para o futuro, que eu já voltei a não aguentar mais. Estou curiosa para ver como eles vão fazer na próxima temporada já que a Emily não vai estar. Parte de mim acredita que eles vão matar a Felicity no futuro, mas se isso acontecer aí mesmo que vou precisar que o futuro seja invertido. Aliás, cada dia que passa mais eu acho que essa é a única solução possível, não porque não dá para derrotar os vilões, mas porque eles têm tantos arrependimentos, esse é o único modo de todo mundo ter o futuro que merece.

Esse episódio é bastante voltado para o William e eu só quero saber quando que eles vão voltar a mencionar esse menino no presente, parece que Oliver e Felicity se esqueceram dele. Felicity do futuro está trabalhando para arranjar um jeito de derrotar o Galaxy One, o que é ainda mais difícil agora que eles têm aqueles robôs com capacetes conectados ao Archer. William quer ajudar, já que ele é um cara de negócios e já estabeleceu contato com o Galaxy One antes, mas Felicity não o quer envolvido nisso. William vê a situação como se estivesse sido deixado de lado e tratado como uma criança, mas Felicity só não quer que ele se envolva nisso tudo e acabe em perigo.

Mais uma vez, temos o William falando como se sentiu abandonado e que ele precisava de uma mãe e não de segurança. Eu já falei antes sobre meus sentimentos sobre isso e como eu não acho que Oliver e Felicity estivesse certo em deixá-lo ir, dito isso ainda foi uma escolha dele e gostaria que alguém tivesse confrontado. Isso poderia ser corrigido em poucas linhas, com Felicity dizendo algo como “achei que você queria ficar com seus avós”, para William poder explicar que o que adolescentes dizem que querem nem sempre é o que eles precisam a longo prazo. Mas William fala que ela nunca disse por que deixou de manter contato, então eu espero que ainda seja revelado que alguma coisa – MAIS alguma coisa – tenha acontecido para que Felicity tenha decidido que era melhor manter o William afastado.

Isso pelo menos serviu para William e Mia poderem conversar um pouco sobre isso, com Mia até defendendo a mãe e dizendo que ela só queria o melhor para ele. Mas essa é uma das coisas que eu não consigo aceitar muito bem e um dos principais motivos que mais faz querer que a timeline seja reconstruída.

William acaba agindo por conta própria, cansado de ser deixado de lado, e vai até o Galaxy One sozinho, para tentar hackear dali. É claro que não dá certo, o moço do mal descobre quem ele é de verdade e o prende, e para completar ainda descobrem que o Rene mudou de lado também, o prendendo junto.

Mas nem tudo é perdido, porque eles conseguem mais uma ajuda: Alena. Como todo mundo já sabia, ela é quem tinha vendido o Archer para o Galaxy One. Mas ela não é uma pessoa péssima, aparentemente ela estava sendo ameaçada, perdoo só se ela ajudar a reverter tudo isso.

O Melhor:

+ TOMMY!

+ Gostei de ver um pouco do mundo interno do Oliver

+ Roy arriscando a vida para salvar

+ O plano da Emiko está fazendo sentido, acho refrescante ver um vilão que não é idiota

O Pior:

– Me irrita eles apresentarem no futuro como se deixar o William fosse uma decisão ruim, mas que no presente tivessem colocado como se fosse certo. Decidam-se, escritores!

– Todo mundo muito pouco preocupado com o Oliver

– Faz muito pouco sentido não contar sobre a gravidez para os próprios amigos, quando agora Emiko e Alena sabem.

Nota: 8,5

3 respostas para “Review: Arrow 7×21 – “Living Proof””

  1. Esse episódio para mim foi ótimo.
    Gosto muito do Tommy e foi excelente a conversa dele com o Oliver, o confronto entre esses dois lados do personagem, foi um momento com uma grande carga emocional.
    Não esperava menos do Roy, ele sempre fez de tudo pelo time.
    O fato do time não estar preocupado com o Oliver, foi porque o comunicador dele estava funcionando, então a explosão não atingiu ele fatalmente se não não estaria online.
    Na questão do William, penso que Oliver e Felicity pensaram que no presente esse era o melhor a ser feito, ainda mais que agora eles trabalham sem máscaras. Imagina o mal que a Emiko faria se encontrasse o William? Se bem que o Oliver de certa forma está fazendo o mesmo que o seu pai fez com a Emiko, abandou o William, sem nem mencionar ele.
    Agora a Felicity do futuro vê com clareza o que o mal que isso fez ao garoto. Mas, o problema é que: se a Felicity deixou a vida dela em “suspensão” como a Alena sugeriu, para criar a Mia, porque ela não foi atrás do William também? Para eles serem uma família novamente. Espero que ela explique o porquê disso.
    Acho que infelizmente a Felicity do futuro vai acabar morta mesmo, já que esse vai ser o último episódio com a Emily, assim eles dão um destino concreto para personagem.
    Tudo “caiu” no presente e no futuro. Esse episódio deu um ótimo gancho para o fim da temporada. Esse fim vai ser tenso e triste com esse sendo o último episódio com a Felicity. Que eu adoro. Vai ser uma grande perda para a história. Tem tudo para ser um final de grande impacto.
    Obs: não sei se você viu na promo do episódio 22 mas vão trazer a Sereia negra para a luta contra o Nono Círculo. Gostei muito disso.

    1. Gostei também! Eu entendi que o comunicador estava funcionando, mas foi uma desculpa meio esfarrapada, porque ele podia ter sido atingido em outra parte do corpo e estar sangrando. Mas ok, é uma série hahaha
      Eu entendi que eles queriam manter o william em segurança, mas não precisavam ter cortado o contato. aliás, na própria série eles dizem que vão manter o contato com ele, e depois o william do futuro que diz que eles só nunca mais ligaram. Não entendo pra que todo esse segredo, tipo para que nunca falar para a Mia sobre o William? Muito estranho.
      Também acho que faz mais sentido matarem a Felicity do futuro para poder fechar o enredo dela, mas não quero a Felicity morta mesmo que no futuro 🙁 se a timeline não for alterada na temporada que vem eu vou ficar muito revoltada.

      1. Concordo que foi uma desculpa esfarrapada sobre o comunicador do Oliver. Também quero muito que mudem essa timeline, porque adoro a Felicity. E ela não merece esse fim. 😣 Mas, talvez eles não sejam capazes de fazer isso com uma personagem de peso como ela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *