Review: The Flash 4×02 – “Mixed Signals”

Atenção: a resenha abaixo contém spoilers do episódio “Mixed Signals”, exibido no dia 17/10/17.

Mais um dia ensolarado em Central City! Agora que o Flash está de volta, tudo é mais alegre e feliz para ele. Acorda cedo, resolve tudo para todos e ainda salva algumas vezes o dia antes do café da manhã. É assim que Barry se sente: revigorado e energizado.


No entanto, não demora muito para percebermos que essa animação toda não é tão contagiante assim. Iris começa a sentir como se Barry estivesse distante. Desde a hora que ele falou que tinha feito tudo do casamento sem a Iris, percebi que ia dar problema. Já não passamos por isso com os convites, Barry? Você ainda não aprendeu que o ideal é que façam as coisas juntos? It’s part of the fun!


Não, Barry não percebe. Ele não nota nem os problemas de comunicação que começam a ter. Ele não ouve os planos que Iris propõem e isso acaba sendo o gatilho para procurarem ajuda. Foi interessante ver o casal na terapia, ainda mais para mostrar que, mesmo se conhecendo a vida toda, eles podem ter esses problemas e buscar ajuda. A coisa toda foi bem descontraída e até divertida, afinal eles não podem falar literalmente tudo pelo que estão passando. Barry nos rendeu algumas risadas.

 

Já haviam divulgado que haveria terapia de casal na série, mas eu imaginava que houvesse um conflito de poderes maior entre o time. Afinal, a Iris está a seis meses no comando de todos e agora Barry começa a dar ordens? No entanto, não exploraram isso da forma como eu imaginei. Talvez pudesse ter ficado ainda mais interessante.

De qualquer forma, fica bem claro que Barry não entende muito bem o porquê de Iris querer terapia. Ele não leva à sério. A psicóloga, claro, percebe e aponta isso. A verdade é que, no meio de tantas preocupações, fica difícil os dois pensarem só em si mesmos. O vilão da semana sempre interrompe, mas, eventualmente, Iris consegue finalmente falar o que estava engasgado. Ela se sentiu deixada de lado quando Barry tomou a decisão de ir para a Speedforce.


Acho bem válido que ela se sinta assim. Por ser noiva de Barry e ter aceitado toda sua bagagem, Iris sabe que o Flash faz parte disso e que decisões difíceis serão tomadas. Barry não tinha parado para pensar que, ao se comprometer, ele poderia dividir o peso do mundo que carrega das costas.


Felizmente, uma conversa honesta entre os dois resolve isso e nos rende só fofura entre os dois. Será que agora eles vão voltar à sincronia que tinham?


Quanto ao caso do episódio, o vilão se torna um tanto complicado de lidar. Além dos problemas pessoais da equipe, o assassinato do começo do episódio de torna uma série de tentativas de homicídio. Aos poucos, assim, é descoberto que o vilão tem uma lista de empresários da tecnologia a atacar. Por quê? A história clássica de roubo intelectual. Três amigos roubam a tecnologia de um gênio solitário e ele resolve dar o troco.


Como sempre os poderes meta-humanos tem a ver com a pessoa que os tem, assim o vilão consegue controlar aparelhos e qualquer coisa digital para fazer o que bem entende. Isso não seria tanto problema para o Barry se não fosse pelas alterações que Cisco fez na roupa dele. Foi divertido ver as trilhões de opções que Cisco fez questão de botar porque “vai que”. A cena, no entanto, serve para concretizar a resolução dos problemas entre Iris e Barry, já que é ela que tem a ideia para ajudá-lo.

Para finalizar, é Cisco que consegue resolver a tecnologia e vencer o vilão da vez! Por falar nele, Cisco sofreu um bocado para solucionar tudo isso. Sua constante pesquisa acaba impedindo que Gypsy e ele tenham um encontro. A história não vai muito além disso, mas foi legal ver Cisco com um par romântico que deu certo.


Caitlin acaba servindo de ponte para os casais no episódio e é ela que percebe que Gypsy ficou mais magoada com a situação do que Cisco achava. Assim ele descobre que ela queria comemorar um feriado da Terra dela com ele, mas Cisco consegue compensá-la com suas desculpas e um jantar romântico.


Ah, e claro, não podemos esquecer que o vilão preso tem alguma coisa a ver com o vilão da temporada. The Thinker está aos poucos colocando um plano em ação, só não sabemos o que quer direito. Alguma teoria?

 

O melhor

+ Iris e Barry na terapia.

+ Cisco e Gypsy fofos.

+ As cenas do Barry desmembrando o carro e desarmando a bomba foram bem legais.

+ Easter egg de Arrow com o jornal falando do Oliver (!)

O pior

Barry ignorando Iris nos planos de casamento, aff.

Podiam ter aproveitado um pouco mais o enredo.

Nota 7,7

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *